segunda-feira, 11 de abril de 2016

Capítulo 9 – Sem segredos...


No sábado pela manhã, dia 29, os meninos foram acompanhar o treino do Neymar e eu combinei de sair com as meninas pra dar uma volta por Barcelona. O Gil foi o único que não foi pro treino e ficou pra nos acompanhar. Dona Nadine não quis ir e ficou com a Marcela pra ajudá-la no almoço e assim que desci, arrumada, encontrei a Carol, mãe dela, Rafa e o Davi já prontos. O Gil foi dirigindo, fomos até a Sagrada Família, um dos melhores e maiores pontos turísticos da cidade e demos uma pausa em um carrinho de hot dog antes de irmos até o aquário. Eu nunca tinha ido à um aquário antes e me diverti muito com o Davi, não sei quem era mais criança de nós dois 😁 tomamos sorvete também, mesmo frio, e chegamos em casa um pouco depois das 14h da tarde encontrando os meninos na sala fazendo o maior barulho em um campeonato de futebol no vídeo game.
Rafa: Meu, tá cheio de gente lá fora perguntando se a casa foi invadida por um bando de louco que fugiu do hospício
Jota: Fala que sim -respondeu vidrado no jogo.
João: E aí Gil, achou salto pra te deixar no tamanho ideal?
Gil: Nossa, esse seu filho é uma graça viu, dona Mirian?
João: Ela sabe, ela sabe -disse se achando e rimos, sentei ao lado do Neymar e ele estava perguntando pro Davi sobre o passeio.
Davi: A gente viu muitos peixes e tinha um bem grande!
Neymar: É? Você ficou com medo?
Davi: A tia Gabi disse que eu sou um homenzinho e não posso ter medo -o Neymar sorriu pra mim e o abracei enquanto ele beijava meu rosto.
Gil: Vou contar uma coisa: não sei quem era mais criança dentro daquele bagulho, Davi ou Gabriela -riram e o mostrei a língua.
Gabi: Engraçadinho. Eu nunca fui em um Aquário antes
Gil: Ahhh, explicado -rimos.

No domingo a tarde todos foram embora, menos a Rafa, porque fiz ela ficar comigo por mais um dia antes de ela voltar a viajar pelo mundo. Assim que terminamos de jantar, ela foi pro quarto dela e eu e o Neymar pro nosso.
Neymar: Sabe o que eu acabei de perceber? -perguntou assim que voltei pro quarto depois de tomar banho.
Gabi: Não -respondi passando hidratante corporal.
Neymar: Não ganhei nem um beijo hoje...
Gabi: Não?
Neymar: Não
Gabi: Que maldade, amor -falei apagando a luz e indo até a cama enquanto ele me olhava. Fui até ele e o beijei, deitando em cima do seu corpo. Ele colocou a mão na minha nuca por baixo do cabelo e a outra na minha cintura enquanto eu apoiava minhas mãos na cama nas laterais do seu corpo. Encerramos o beijo e puxei o lábio dele- Pronto? -o dei um selinho e ele me deitou de lado enquanto voltava a me beijar. Joguei uma perna em cima dele e o senti passando a mão na minha coxa e bunda, respectivamente, por baixo da camisola- Boa noite -falei tirando a mão dele enquanto encerrava o beijo com selinhos lutando contra a vontade de continuar o beijando.
Neymar: Não... -falou beijando meu pescoço.
Gabi: Não posso...
Neymar: Por que?
Gabi: Estou naqueles dias...
Neymar: Ahhh -esbravejou levantando a cabeça e me fazendo rir, beijando seu queixo. Ele riu em seguida e me abraçou massageando meus cabelos.
Gabi: Tenho muita sorte... -falei deitada em seu peito.
Neymar: Claro que tem, deitada aqui com esse pretinho... -ri e ele riu também.
Gabi: Muitas garotas queriam estar no meu lugar agora
Neymar: Pena que eu só me apaixonei por uma delas... -o olhei sorrindo e ele me beijou- Tem certeza que não vai rolar? -murmurou com a boca colada na minha.
Gabi: Tenho -o dei um selinho e virei ficando de costas pra ele.
Neymar: Assim não dá...
Gabi: Boa noite, Neymar Júnior -ri e ainda o senti me abraçando por trás antes de pegar no sono. Dormimos agarradinhos e no dia seguinte quase não quis levantar pra ir pra faculdade 😢 mas o dever me chamava e com muito custo consegui levantar. Me arrumei, peguei minhas coisas e saí sem fazer barulho. Desci, peguei uma maçã e as chaves do carro e fui pra garagem. Entrei no carro, dei partida e manobrei até sair da garagem e pegar caminho rumo a faculdade. Assim que cheguei lá, tive todas as aulas e quando acabou, fui saindo com a Agustina, que faz curso junto comigo e é um amor de garota.
Xxx: É ela que falei -ouvi assim que passamos por um grupinho de 3 garotas. As olhei e elas estavam me olhando.
Gabi: Algum problema?
Agustina: Gabi, vamos, não perca tempo com elas
Xxx: Nenhum, querida -respondeu em tom de deboche- Aliás, conta aí pra gente como está sendo ser mulher do Neymar e logo logo ter toda a fortuna dele em suas mãos?
Gabi: Me desculpa, querida, mas a minha vida não lhe diz respeito... -riram.
Xxx: Quero saber o que ele vai achar quando souber que você só está com ele por causa da fama e do dinheiro que isso está te rendendo e ele porque quer fazer bonito na mídia... O que ele iria querer com uma ex dançarina de boate? -dei as costas decidida a não continuar perdendo meu tempo, por mais que aquilo me doesse ouvir e me atingisse também. Como ela sabia?
Agustina: Não liga para o que elas dizem. Elas queriam estar no seu lugar -sorri de canto com o jeito dela preocupada de querer fazer com que eu me sentisse bem.
Gabi: Tá tudo bem. Quer uma carona?
Agustina: Não, o Emanuel está vindo me buscar -sorriu, era o namorado dela.
Gabi: Ok -me despedi dela, entrei no carro e dei partida pra casa com as palavras daquela garota ecoando na minha cabeça. Quando cheguei, coloquei o carro na garagem e encontrei a Rafa ajudando a Marcela na cozinha. Ri um pouco da cara dela e quando perguntei do Neymar não acreditei na resposta: ele ainda estava dormindo! E isso é muito raro de acontecer já que ele geralmente acorda cedo pra ir até a academia ou algo do tipo quando não tem treino.
Marcela: Tá com uma carinha... Aconteceu alguma coisa?
Gabi: Não, coisas da faculdade -sorri de canto.
Rafa: Tava pensando em uma coisa aqui mas quis esperar você chegar
Gabi: O quê?
Rafa: Pensei em, quem sabe, a gente acordar meu querido irmãozinho, vulgo seu futuro maridinho, com um pouquinho de barulhinho?
Gabi: Rafaella, Rafaella -rimos.
Rafa: Vou pegar aquela caixa de som dele
Marcela: Estejam preparadas pra tromba que ele vai ficar na cara o dia inteirinho
Rafa: Tô nem aí
Gabi: Ele não vai querer olhar nem na minha cara e nem querer me beijar, Rafaella, eu não vou ficar sem beijar por culpa sua! -elas riram.
Rafa: Relaxa, ele não resiste a você
Ela continuou insistindo na ideia e eu fui atrás só pra ver no que ia dar 😁 ela pegou a caixa de som, conectou o bluetooth com o celular e escolheu uma música. Deixou pausada, aumentou a caixa no último volume e subimos pro quarto. Ela abriu a porta devagar, colocou a caixa e ligou se escondendo, quando o barulho começou e nos acabamos de rir. Não deu um minuto pra ele aparecer na porta e dar de cara com nós duas.
Rafa: You're way to beauuuuutiful girrrl -cantou rindo e foi impossível não rirmos também.
Neymar: Tão ferradas na minha mão
Gabi: Eu to fora -falei rindo e entrando no quarto enquanto os dois continuavam numa discussão básica. Entrei no closet pra pegar uma roupa, voltei pro quarto e ele estava saindo do banheiro- Dormiu bem hoje, hein -ri.
Neymar: Tirei o atraso. E to querendo tirar o atraso de outra coisa também -falou vindo até mim e ri enquanto ele se aproximava e me abraçava pela cintura, me dando um selinho- Aconteceu alguma coisa?
Gabi: Não. Por que?
Neymar: Você nem olha na minha cara -o olhei.
Gabi: Eu ouvi uns comentários hoje na faculdade... -falei me soltando dele e sentando na cama.
Neymar: Que comentários?
Gabi: Você acha que eu to com você só pelo seu dinheiro?
Neymar: Que? Você ainda deu atenção pra essa bobeira?
Gabi: Me responde
Neymar: Claro que não. Eu já falei pra você ignorar isso
Gabi: Mas é que eram coisas reais, sabe? Ela sabe o motivo pelo qual estamos juntos
Neymar: E qual é esse motivo?
Gabi: O status que isso te renderia... O status que me renderia também... Você esqueceu?
Neymar: Pra falar a verdade sim. Eu não to nem aí pra merda daquele contrato, eu tô com você porque eu te amo e foi por isso que eu trouxe você pra cá, porque eu me apaixonei por você! E eu não me importo com o que os outros dizem, você deve fazer o mesmo
Gabi: Eu também te amo, muito. Eu não sei mais ficar sem você -ele sorriu e me beijou lenta e demoradamente, como se quisesse fazer com que aquele momento não acabasse nunca e era o que eu também queria. Eu sou completa com ele e nada nesse mundo era melhor do que me sentir amada, era exatamente isso que eu estava sentindo! Fui me trocar, ele comeu uma fruta e chamamos a Rafa pra piscina.
Neymar: Vocês foram no salão ontem, né?
Gabi: Fomos... -ele riu- O que você ta pensando em fazer?
Neymar: Se a Rafa molhar o cabelo ela vai ficar muito brava, né?
Gabi: Não faz isso!
Neymar: Xiii -colocou o dedo na boca rindo enquanto a Rafa se aproximava.
Gabi: Neymar Júnior!
Neymar: Vou lá dentro, senta aí, Rafa -levantou da espreguiçadeira ao meu lado e a Rafa sentou. Ele piscou pra mim enquanto ria e entrou em casa. Tive vontade de contar mas fiquei quieta, queria ver a cena 😁.
Rafa: Quando eu voltar pro Brasil vou fazer aquela micropigmentação na sobrancelha que eu te falei, fica mu... -ela não deu tempo de falar porque o Neymar a pegou no colo e pulou com ela na piscina- Meu cabelo, filho de uma mãe!!!
Neymar: "Ai, meu cabelo" -disse imitando ela com uma voz mais fina enquanto passava a mão no rosto jogando água nela em seguida.
Rafa: Otário, vou te quebrar
Neymar: Ohhhh -falou rindo.
Rafa: Nossa, Júnior -falou saindo da piscina prendendo o cabelo em um coque alto e sentando do meu lado enquanto secava o rosto- E a Gabi? Ela bem que gostou quando eu dei a ideia
Gabi: Ele que não se atreva -falei o advertindo e ele riu.
Neymar: Já tô sem sexo, se eu fizer isso então...
Gabi: Bom garoto
Rafa: Nossa, me poupem, né? -rimos- Ainda bem que não foi o meu dinheiro que eu gastei a toa...
Neymar: E foi de quem? -eu e ela nos olhamos e rimos- Filha da puta
Rafa: Ohhhh, minha mãe é a mesma que a sua
Neymar: Quem falou? Você foi adotada
Rafa: Nem te conto em qual lixão você foi encontrado
Gabi: Meu Deus, gente -falei colocando a mão na testa e eles continuaram nessa implicância.


gabrielass ✌

Ficamos nesse clima até a Marcela nos chamar pra almoçar e depois o Neymar foi pro treino. No dia seguinte, terça feira, liberamos a Marcela pra sair, levamos a Rafa até o aeroporto depois do almoço, deixei ele no centro de treinamento do Barcelona pra treinar, dei um beijo nele e fui pra Madrid. Passei em frente a boate observando o movimento e como sempre em dias da semana era bem mais fraco, mesmo que ainda fechada... Parei no semáforo fechado e fiquei pensando e pensando até tomar coragem. Dei a volta no quarteirão, estacionei nos fundos e respirei fundo antes de desligar o carro e sair.
Manoela: Gabi! -disse assim que entrei.
Gabi: Oi -sorri enquanto ela me abraçava.
Manoela: Quanto tempo, você continua linda!
Gabi: Obrigada. Tudo bem com você?
Manoela: Tudo na mesma -riu de canto.
Gabi: O Eric tá aí?
Manoela: O Eric? -assenti- Sim... Tá na sala dele -respondeu não entendendo.
Gabi: Você pode avisar que eu estou aqui? Preciso conversar com ele
Manoela: Sim, só um momento!
Gabi: Obrigada -sorri, ela soltou minha mão e entrou no corredor. A boate funcionava apenas a noite mas algumas meninas chegavam mais cedo pra ensaiar alguma coisa ou então bancarem as diaristas. Estava tudo do mesmo jeito, só com algumas mudancinhas aqui e outras ali.
Manoela: Gabi -me chamou e a olhei- Vem, ele está esperando você
Ela me acompanhou até a porta da sala dele, a agradeci e entrei o encontrando me olhando com uma expressão de muita surpresa assim que me viu adentrando o seu "Quartel-General".
Eric: O que você veio fazer aqui?
Gabi: Surpreso em me ver? -sorri sentando em sua frente assim que fechei a porta.
Eric: Não quero problemas
Gabi: Exatamente por isso que eu estou aqui, pra resolver nossos problemas de uma vez por todas
Eric: Não entendi
Gabi: Eu quero acabar com o contrato -ele ficou calado por alguns segundos e riu, sarcástico.
Eric: Você perdeu seu tempo...
Gabi: Eu não estou brincando, vim aqui decidida à isso
Eric: Depois de tanto tempo? Não está mais satisfeita com o jogador? Ele não consegue dar conta?
Gabi: Muito pelo contrário. Estamos muito satisfeitos um com o outro. E apaixonados -riu, mais uma vez.
Eric: Apaixonados? Corta essa
Gabi: Então, vai reincidir essa droga de contrato ou não?
Eric: Você acha que é simplesmente fácil chegar aqui e dizer que quer acabar com esse contrato imbecil?
Gabi: Não, mas achei que se eu tentasse conversar a sós com você não precisaria envolver outros meios pra resolver isso...
Eric: Você sabe que vai sair mais prejudicada que eu nessa história. Não sabe?
Gabi: Talvez... E aí?
Eric: Você, por acaso, sabe que a quebra desse contrato exige milhões?
Gabi: Sei -ele ficou me olhando por um tempo.
Eric: Por que isso agora? Você não está conseguindo tudo o que quer? Depois do casamento você pode largar ele e acabar com isso de uma vez por todas
Gabi: Eu vim aqui pra te pedir uma única coisa, não estou pedindo opiniões. Você vai ou não vai fazer o que eu estou pedindo?
Eric: Você vai quebrar o contrato e isso não vai te favorecer financeiramente. Por mais que você saiba que eu seja louco por você e você seja o meu ponto fraco, eu não posso fazer isso de graça, você sabe -revirei os olhos.
Gabi: Eu não estou pedindo nada de graça, só quero acabar com isso logo
Eric: Ok, mas eu preciso de um tempo
Gabi: Te dou uma semana pra organizar tudo isso -levantei- Não precisa entrar em contato comigo, eu mesma venho aqui
Eric: São 10 milhões de euros
Gabi: Eu tenho a cópia do contrato e estou ciente de tudo. Obrigada por me receber -falei o olhando antes de sair e respirei todo o ar que estava segurando assim que coloquei o pé fora daquela sala. Me despedi da Manoela e saí de lá, voltando rumo ao meu destino no subúrbio de Madrid. Estacionei o carro no meio fio, desci, ativei o alarme e atravessei. Toquei a campainha e quem atendeu foi a Valentina.
Valentina: Oi!!! -falou sorrindo.
Gabi: Oi, meu amor -a abracei.
Valentina: Entra
Gabi: Tudo bem?
Valentina: Tudo -entrei e estava tudo do jeitinho que era quando eu estava aqui...
Gabi: Não foi pra escola hoje?
Valentina: Não estava me sentindo muito bem, acho que foi alguma coisa que eu comi
Gabi: Tomou algum remédio?
Valentina: Tomei, tô melhor
Camila: Quem é? -falou vindo do corredor- Ah, é você
Gabi: Nossa, também estou feliz em te ver -ela riu, veio até mim e nos abraçamos.
Valentina: Vou terminar de fazer um trabalho da escola, já volto
Gabi: Ok, amor
Camila: Acabei de chegar do mercado, vem aqui -fomos até a cozinha e comecei a ajudá-la a guardar as coisas.
Gabi: Passei na boate antes de vir pra cá... -ela me olhou.
Camila: Foi fazer o quê lá?
Gabi: Conversar com o Eric. Eu e o Neymar não precisamos mais daquele contrato... Pedi pra acabar. A gente tá realmente se dando muito bem agora, eu tô apaixonada por ele!
Camila: E ele tá por você? Você sabe que se cancelar esse contrato, não vai ter mais direito a nada do que está escrito lá e pior, como você vai pagar a multa?
Gabi: Eu nunca estive interessada em nada do que eu tinha direito estando noiva dele e casando depois ou não. E sobre a multa, eu vou dar um jeito
Camila: Você não tem esse dinheiro, vai ter que pedir pra ele
Gabi: Eu não quero contar. Eu só quero rasgar aquele papel e dizer que acabou toda essa coisa combinada, nós estamos apaixonados um pelo outro
Camila: Ok, você é quem sabe, eu só acho que você pode estar se precipitando antes do tempo
Gabi: Sei que não
Camila: Tudo bem -estranhei esse modo compreensiva em que ela se encontrava mas preferi não dizer nada- Também tenho algo pra te contar sobre a boate...
Gabi: O quê?
Camila: Eu saí de lá
Gabi: Como? Você não tinha um contrato?
Camila: Sim. Mas eu tinha um dinheiro guardado e dei um jeito... A Valentina não merece uma irmã que trabalhe em uma boate -sorri- Tem muitos empregos por aí e nem que eu trabalhe como uma garçonete em qualquer lugar, eu parei pra pensar e vi que se eu continuasse lá não tomaria um rumo na vida, sabe? Eu não iria encontrar um homem que pudesse me respeitar como eu realmente sou e que não me julgasse pelo que eu era quando me conheceu... Eu pensei muito e cheguei à essa conclusão, já fiz algumas entrevistas de emprego por aí e seja o que Deus quiser
Gabi: Tô orgulhosa de você! -ela deu um sorrisinho- Sempre soube que uma hora sua ficha iria cair
Camila: É, ela caiu...
Gabi: Eu vou te ajudar com alguma coisa. Até você arrumar um emprego...
Camila: Não. Não precisa. Eu fiz minhas contas e por enquanto a gente sobrevive -riu- Amanhã vou ir na escola da Valentina pedir a transferência e procurar vaga em uma escola pública
Gabi: Não! Deixa ela lá, eu já disse que posso ajudar. Pelo menos isso, por favor
Camila: Não tem necessidade, Gabi
Gabi: Ela já está acostumada lá e é seguro pra ela, você sabe. A gente sempre deu um jeito e agora não vai ser diferente, pode deixar comigo
Camila: Você já pensou na hipótese de... Ele querer terminar com você depois que ele descobrir que você quebrou o contrato?
Gabi: Não quero pensar nisso...
Camila: Mas pensa, Gabi, não faz coisas precipitadas, tô falando pro seu bem, acredita em mim -me calei preferindo não discutir mais sobre esse assunto, ajudei ela a preparar cookies e ficamos a tarde toda lá, até o Neymar me ligar dizendo que já estava em casa e me apressando pra ir embora afinal já estava anoitecendo e ainda pegaria estrada de volta pra Barcelona. Me despedi delas e fui pra casa. Coloquei o carro na garagem e assim que entrei em casa já pude ouvir a voz dele.
Neymar: Não me manda mais mensagem e nem me liga, nós não temos mais nada pra conversar -ele ouviu a minha chegada e se virou pra mim assim que cheguei na sala- Só isso o que eu precisava falar, tchau -tirou o celular do ouvido e encerrou a chamada, colocando-o no sofá e voltando a me olhar com uma expressão neutra.
Gabi: Oi
Neymar: Oi
Gabi: Atrapalhei alguma coisa?
Neymar: Senta aqui -bateu no sofá ao lado dele, caminhei até lá e fiz o que ele pediu- Olha pra mim -o olhei, ele se aproximou e me beijou.
Gabi: Melhor -falei assim que me separei dele- não precisa falar nada
Neymar: Eu não ia falar. Ficou claro, pra quem quer que fosse que eu tivesse falando o real motivo da ligação, não é?
Gabi: Sim
Neymar: Isso mostra que eu quero redimir todos os meus erros e viver a minha vida com você, independente de coisas que aconteceram no passado, a gente vai se abrir sempre um com o outro a partir de agora, sem segredos... Tudo bem?
Gabi: Tudo
Neymar: Ótimo -me beijou mais uma vez me envolvendo nele ao máximo que podia- Eu sou louco por você -era muito melhor ouvir essa frase saindo de sua boca. Sentei no seu colo e ele agarrou minha cintura continuando a me beijar. Posso dizer que uma certa porcentagem de culpa me atingiu por ter que descumprir esse nosso novo acordo de não haver segredos, mas eu precisava fazer isso e eu não sabia como conversar com ele sobre isso no momento. Ele era o homem que eu amava e eu cometeria qualquer tipo de esforço pra ficar ao seu lado, mesmo que me custasse. Nos amamos por um longo tempo no sofá da nossa sala e depois no chão, onde ficamos deitados em silêncio cobertos pelas nossas roupas íntimas.

📱: 13 996318651 | @neymarseduz
Voltei gente, sei que vcs querem me matar mas vamos com calma ❤ quer tiver alguma sugestão, crítica ou qualquer outra coisa do tipo, fique a vontade pra me mandar. Desculpem se não eram mais ou menos o que vcs esperavam no capítulo mas eu já tinha ele pronto e só dei umas ajeitadinhas antes de postar. Espero que não tenham me abandonado!!! 😘😘😘

Indicando:

quinta-feira, 24 de março de 2016

Desculpas!!!

Gente, que saudades de vocês!!! Estou com problemas seríssimos de internet porque onde eu moro não tem sinal, mas não pensem que eu moro dentro do mato, pelo amor de Deus gente. Aí o que que acontece, não tenho outra alternativa a não ser postar pelo aplicativo do Blogger no celular (que estava no concerto), por onde estou postando agora. Tô com alguns capítulos no notebook e em breve estarei postando novamente! Espero que não tenham me abandonado, beijos ❤.

Twitter: @neymarseduz
Whatsapp: 📱13996318651

domingo, 10 de janeiro de 2016

Capítulo 8 – Não esquece de responder, tá bom? Fofo.

 Em relação ao bolo de chocolate da Marcelinha? Repetimos várias vezes. Estava realmente muito bom, acho que não tem nada que ela faça pra comer que não fique bom. E por essas e outras ando praticando alguns exercícios na nossa academia aqui em casa junto com o Neymar e o personal dele. Enquanto o vejo fazendo alongamentos, abdominais e uma preparação física mais avançada, fico só na esteira mesmo porque não dá.
Neymar: Conversei com a Carol de fazer uma festa pro Davi aqui. O aniversário dele é no dia 24 mas ela quer comemorar primeiro com a família dela e depois vem pra cá. O que você acha?
Gabi: O que eu acho?
Neymar: É.
Gabi: Acho legal. –dei de ombros e ele riu. Não esperava por aquela pergunta- Ele vai ficar feliz.
Neymar: Queria saber se você me ajuda a organizar, quer dizer, você porque eu não sei nada dessas coisas.
Gabi: Ok.
Neymar: Linda. –beijou minha bochecha.
Jota: Aí Ney, bora jogar uma sinuca?
Neymar: Opa, agora.
Gabi: Me abandonando em 3, 2, 1. –ele riu, me beijou e desceu junto com os meninos pro subsolo, onde fica a garagem e uma mesa de sinuca. Coisa de Neymar Junior. A Rafa estava entretida mostrando algo pra Valentina no macbook e a Camila sentou do meu lado.
Camila: Acho que tô apaixonada por aquelas covinhas. –disse suspirando e ri- Pelas covinhas, apenas.
Gabi: Sei. –ela riu- E aí, como estão as coisas?
Camila: Poderiam estar melhores se não fosse o maldito do meu pai...
Gabi: O que houve?
Camila: Lembra o que eu tinha te falado sobre o banco? Ele bloqueou todo o meu dinheiro e da Valentina
Gabi: Meu Deus. E por quê?
Camila: Não sei. –deu de ombros- Tento falar com ele sempre mas ele nunca me atende. Ás vezes acho que é até melhor, sabe? Prefiro suar ganhando o meu pouco dinheiro do que depender do dinheiro sujo dele. Esse mês tive que ralar pra pagar o aluguel e ainda tem o colégio da Valentina que fiquei sem pagar a mensalidade porque se não a gente ficava sem ter o que comer.
Gabi: Não acredito, por que você não falou comigo?
Camila: E você ia fazer o quê? Me dar dinheiro, mais uma vez? –riu, irônica.
Gabi: Claro, eu ia ajudar você.
Camila: Você não tem obrigação nenhuma em me ajudar.
Gabi: Camila, nós somos amigas, IRMÃS! Foi assim que fomos criadas, uma ajudando a outra. Eu não vejo problema nenhum em te ajudar, graças a Deus eu posso e se eu souber de novo que isso voltou a acontecer eu vou ficar muito brava com você.
Camila: Uh, que medo. –riu.
Gabi: Eu tô falando sério. E a partir do próximo mês a mensalidade do colégio da Valentina sou eu que vou pagar.
Camila: Não. –falou negando com a cabeça.
Gabi: Amiga, eu tô querendo te ajudar. Vocês duas são as únicas pessoas que eu sempre tive na vida e que sou capaz de tudo... Para de ser cabeça dura e teimosa igual sua mãe. –ela riu abaixando a cabeça.
Camila: E você tá querendo me mandar como ela fazia. –ri- Obrigada por não me abandonar, por não deixar de pensar na gente...
Gabi: Eu tô aqui por vocês, por nós.
Camila: E porque você ama aquele magrelo. –acrescentou.
Gabi: Sim, eu amo ele. –ela riu.
Camila: Vocês estão se dando bem, finalmente.
Gabi: Tá tudo tão bem que eu tenho até medo.
Camila: Você tá segura aqui. –sorri, mesmo insegura interiormente. A Rafa começou a falar sobre o blog que ela iria criar e estava empolgada. Nos mostrou os preparativos de roteiro, edições e tudo mais e ficamos nós ali meninas só nesse papo até começar a escurecer e a Camila querer ir embora, já que segundo ela teria um “compromisso” que eu sabia muito bem qual era.
Gabi: Você não vai mudar de ideia sobre isso, né?
Camila: Gabriela, eu gosto do que faço.
Gabi: Você gosta de se prostituir? –ela olhou pros lados- Relaxa que todos aqui são incapazes de julgar alguém.
Camila: Eu preciso desse dinheiro, entendeu? Pela segunda vez eu tenho que te lembrar que não tenho a vida fácil como a sua, infelizmente nenhum jogador surgiu como um anjo na minha vida e me tirou daquele lugar, que um dia já foi seu ambiente de trabalho também, que te sustenta e dá tudo o que você quiser.
Gabi: Só quero dizer que você pode arrumar algo melhor pra fazer...
Camila: Tô indo, tá? E sobre aquela conversa do colégio da Valentina, esquece.
Gabi: Não vou esquecer, semana que vem vou lá conversar com os diretores sobre o desempenho dela... Quero saber se ela anda frequentando a escola como disse ou se você deu uma forcinha pra ela ter me contado isso.
Camila: Gabriela, ela é minha irmã. Minha e não sua. Eu sou responsável por ela e não você, então não força toda essa sua boa vontade em querer cuidar dos outros. –ela me deu as costas, se despediu de todos e a Valentina veio até mim.
Valentina: Eu ouvi tudo... Não fica magoada com ela, tá? Ela é desse jeito mas tudo o que você fala ela segue, é questão de tempo pra ela largar disso –sorri e a abracei forte.
Gabi: Ah, esses 17 anos... -ela riu- Amo você. Semana que vem vou na sua casa pra gente conversar, ok? –pisquei pra ela e ela assentiu. Dei um beijo nela, as duas entraram no carro e foram embora. Voltei pra dentro de casa, não entendo como ela consegue ser tão teimosa e cabeça dura assim. Isso me irrita! Olhei a hora e já eram quase 20h da noite. Os meninos estavam no celular e o Seu Neymar também, porém de olho no que passava na tv e o Duda conversando com alguém no telefone.
Marcela: O que vamos fazer pro jantar?
Gabi: Tô sem fome, então meu palpite não conta. –ri de canto e sentei do lado do Gustavo, onde tinha uma vaguinha no sofá.
Neymar: Por que não tá com fome?
Jota: Também, com o tanto de bolo que essa menina comeu não é pra menos, se ainda tivesse com fome eu ia querer descobrir como cabe tanta comida aí dentro.
Gabi: Ai garoto, você não tá aí no seu canto? Larga do meu pé.
Neymar: Isso que ainda tá malhando, hein? –o olhei.
Gabi: O que você quer dizer com isso?
Neymar: Nada, linda. –riram.
Gabi: Acho bom, pensei que tivesse me achando gorda.
Seu Neymar: Olha, não deixava, ouviu o que ele falou? “Se a carapuça serviu...”
Neymar: Olha, que mentiroso, tô aqui do seu lado. –riu me olhando.
Gabi: Vocês são chatos demais.
Jota: Tchau, coxinha. –peguei uma almofada e joguei nele.
Marcela: Deixem ela em paz.
Gil: Tava demorando a defensora Gabiju.
Jota: Gabimar. –ri.
Rafa: Gosto de Gabiju.
Jota: Gabiju é meio bosta.
Marcela: Gabiju é fofo, também gosto.
Gustavo: Bom, boa noite pra vocês que ficam. –levantou e só então percebi que ele estava todo arrumado.
Jota: Vai sair, nem chama os amigos.
Neymar: Isso memo? Vai pra onde?
Gustavo: Conheci uma menina aí...
Rafa: Nossa, é mal de vocês conhecer essas vagabunda de balada.
Gustavo: Ela não é vagabunda de balada. Conheci ela na balada mas a gente vai sair pra jantar, ela é legal, é brasileira.
Marcela: Que legal então Gu, mas juízo!
Gustavo: Valeu, Marcelinha.
Seu Neymar: Muito juízo mesmo, vai como?
Gustavo: Ela vai passar aqui pra me buscar, aliás, já chegou. Boa noite, tô indo.
Todos: Boa noite.
Ele saiu, os meninos ficaram comentando sobre a tal menina e o Neymar parecia conhecer, novidade! A Marcela acabou decidindo sozinha o que fazer pro jantar e eu subi pra tomar um banho.
Os meninos e a Rafa foram embora junto com o Seu Neymar no dia seguinte, 21 de agosto. Hoje é sexta-feira e como sempre levantei antes do Junior. Me arrumei, dei um beijo nele, saí do quarto sem fazer barulho e fui pra faculdade. Hoje era dia de aula prática e as duas últimas aulas tiveram uma prova. Cheguei em casa no horário de almoço e o carro do Neymar não estava. Provavelmente ele ainda estava no treino. Falei com a Marcela e meu celular tocou. Era a equipe da marca que o Duda tinha conversado comigo sobre o ensaio de fotos e ligaram, justamente, pra confirmar as fotos daqui 2 horas. Almocei, me troquei, cheguei no local e conheci a equipe com cerca de 10 pessoas. Fotógrafo com assistentes, cabeleireira, maquiadora e mais assistentes.
Úrsula: Adorei as fotos, Gabi. Ficaram incríveis, precisamos marcar mais, você é muito boa!
Gabi: Obrigada, também gostei e vou adorar outros convites. –sorri.
Rebecca: Você trabalha como modelo?
Gabi: Sempre fiz algumas fotos mas nada muito sério, o que eu sempre quis foi me formar em Medicina e tô estudando agora.
Rebecca: Que legal. São profissões muito diferentes uma da outra...
Danilo: Qual a área que você vai se especializar? Vai atender pacientes particulares? –sorriu de lado levantando uma das sobrancelhas e ri.
Úrsula: Esse Danilo... –riu.
Gabi: Quem sabe eu atenda, vou amar, já que amo crianças e vou ser pediatra.
Rebecca: Humm, toma essa! –rimos e ele acabou rindo também.
Danilo: Ok... Quer alguma? –perguntou parado ao meu lado segurando sua câmera.
Gabi: Quero, tem como me passar?
Danilo: Passa seu número aí que eu te mando, vou dar uma editada, apesar de não precisar muito, né?
Gabi: Se foi um elogio, muito obrigada. -rimos.
Rebecca: Isso é só uma jogada pra querer seu número, fica de olho, Gabi.
Danilo: Vocês que enxergam maldade em tudo.
Rebecca: Ah, verdade, até porque geralmente nós enviamos as fotos por e-mail, já você pede o número das modelos, algo mais direto e menos trabalhoso, não é mesmo? –riu.
Danilo: Tem que manter contato, vai que elas precisem de algum fotógrafo, tô sempre à disposição. –deu de ombros.
Rebecca: Vai mexer com a noiva do Neymar, viu? –rimos, passei meu número pra ele, fui trocar de roupa e me despedi de todo mundo. Cheguei em casa e o Neymar estava no escritório falando com alguém no celular. Fui dar um beijo nele rapidinho e subi pra tomar um banho.
Neymar: Amor. –o ouvi me chamando. Amo quando ele me chama assim.
Gabi: Tô aqui. –respondi e segundos depois o vi entrando pela porta, me fitando dos pés à cabeça.
Neymar: Esqueci o que eu ia falar... –gargalhei.
Gabi: Bobo. –continuou me olhando- Vem aqui. –o chamei e não demorou pra que ele estivesse nu junto à mim no box.
Neymar: Você fica muito sexy tomando banho. –disse murmurando abraçado em mim e sorri me apaixonando ainda mais- Passaria horas olhando pra você.
Gabi: Não pode, tem que economizar água. –o beijei enquanto ríamos.
Neymar: Como foram as fotos?
Gabi: Incríveis.
Neymar: Daqui a pouco tô te vendo pegando gosto e não vai parar mais.
Gabi: Vou gostar. Quem sabe eu deixo de ser um pouco para os outros “la novia del Neymar” e passe a ser apenas eu...
Neymar: É o que você quer?
Gabi: Ás vezes sim.
Neymar: Por que às vezes?
Gabi: Sinto que as pessoas me olham torto em relação ao nosso relacionamento... E gosto quando as mulheres sabem quem eu sou e não tocam em você. –ele sorriu.
Neymar: Não precisa se preocupar com elas. –falou beijando meu pescoço.
Gabi: Verdade, confio no meu taco. –ele parou de me beijar e me olhou.
Neymar: Quem é você e o que fez com a minha garota? –ri enquanto ele me puxava pro seu colo e entrelacei minhas pernas em sua cintura beijando-o. O senti dar um passo e minhas costas tocarem a parede- Uma das 7 maravilhas do meu mundo é transar com você no chuveiro. –sussurrou e mordeu meu lábio. Já não bastasse ouvir aquilo saindo de sua boca, o tom que ele usou me causou arrepio e excitação descontrolável. Inclinei minha cabeça pra trás enquanto sentia o toque dos seus lábios e suas mãos apalpando meu corpo.

***

Neymar: Mandaram mensagem pra você –disse, de cabelos molhados, enquanto descia as escadas com o meu celular na mão. Me entregou, olhei e pelo visto ele já tinha aberto. Eram minhas fotos do ensaio e na foto de perfil reconheci o Danilo.
Gabi: É o Dan, ele ficou de enviar minhas fotos.
Neymar: Dan?
Gabi: Danilo, o fotógrafo.
Neymar: E você ficou tão íntima assim a ponto de chamar ele pelo apelido? –perguntou enquanto sentava ao meu lado no sofá.
Gabi: Todos chamam ele assim e ele disse que eu também podia. –dei de ombros e ele ficou calado, o olhei e ri- Tá com ciúmes?
Neymar: Não, só quis saber.
Gabi: Entendi. –falei ainda rindo, ele me olhou e o abracei pelo pescoço dando-o um beijo.
Neymar: Cadê as fotos? –abri a primeira- Uau. –ri e passei as outras- Isso aí vai ficar só pra você, eles não vão colocar em revista, nada dessas coisas, né?
Gabi: Talvez, acho que sim, é a nova coleção então eles têm que divulgar.
Neymar: Agora tô com ciúmes. –ri o olhando.
Gabi: Sério?
Neymar: Não vou querer chegar no treino e ouvir os cara elogiando minha mulher.
Gabi: Você não tá falando sério, né?
Neymar: Tô, por que não estaria? –respondeu me olhando e fiquei o olhando também- Que cara é essa? Parece que eu assumi que sou gay. –riu enquanto mudava o canal da tv.
Gabi: Você nunca disse que sentia ciúmes de mim.
Neymar: Sempre senti.
Gabi: Então todas as vezes que você fica emburrado comigo quando eu tô com os seus amigos é por ciúmes? Você não gosta que eu vou no seu treino por que tem ciúmes de mim?
Neymar: Eu já disse que sim, quer que eu declare isso pra Espanha inteira? –sorri. Nunca tinha ouvido alguém falar que sentia ciúmes de mim antes... É meio idiota mas ciúmes sempre foi um pouco o tipo de uma declaração de amor, pros homens principalmente. 1 em cada 3 homens assumem sentir ciúmes das mulheres e ele estava assumindo aquilo pra mim.
Gabi: Que fofo. –beijei a bochecha dele enquanto ria.
Neymar: Você queria que eu dissesse isso só pra ficar rindo da minha cara, né?
Gabi: Claro que não. -desbloqueei meu celular, agradeci o Danilo e resolvi postar uma das fotos.

gabrielass: Ensaio incrível de hoje para a nova coleção da @lookwomanmadrid... Muito obrigada à toda a equipe, amei fotografar para vocês!  Foto: @sanchesdanilo / Make e cabelo: @rebeccamakeupmad
rafaella: Uauuuu arrasou 
jotace520: Acha que é bonita........
renanspadafora: Tá modelo agora então?!! Hahahaha saudade! 
jugvalente: Maravisssss hahahah saudadexxx musa
gilcebola: Aí sim, cunha 
isaspadafora: Gata, prima!
neymarjr: Ela não é bonita .. É linda !!  @jotace520

Aff, que sem graça! Olhei pra ele e ele estava rindo.
Gabi: Bobo, né?
Neymar: Por você. –pegou o celular da minha mão e me deitou no sofá ficando por cima de mim enquanto me beijava.
Gabi: Tô com fome... –parou de me beijar e ri.
Neymar: Já que a Marcela não tá, vamos sair pra comer, né?
Gabi: Por que eu não posso cozinhar?
Neymar: Melhor a gente sair...
Gabi: Escuta aqui, eu sei cozinhar, tá bom?
Neymar: Não falei nada –franziu os lábios como se estivesse segurando o riso.
Gabriela: Engraçadinho.
Subi pro quarto e como já tinha tomado banho, fiquei procurando algo pra vestir e ele entrou no quarto enquanto eu me trocava. Como sabia que ele estava olhando, vesti a calça lentamente sob seu olhar e tirei a camisa dele com a mesma calma. Estava sem sutiã, então...
Gabi: Fecha aqui pra mim. –falei depois de vestir o sutiã, ele veio até mim e virei de costas pra ele. Coloquei o cabelo pro lado e me arrepiei quando senti seus dedos tocando minhas costas. Ele fechou o feixe bem devagar e encerrou com um beijo na minha nuca, me olhando através do espelho ao nosso lado- Obrigada.
Neymar: Você gosta de me provocar, né?
Gabi: O que eu fiz? –virei pra ele.
Neymar: Nada... Nada. –olhou pro meu decote, foi pro banheiro e ri enquanto vestia a blusa. Passei uma maquiagem bem simples, só pra não sair de cara limpa, um batom, calcei o sapato e, já pronta, fiquei esperando ele se arrumar. Seu celular estava em cima da cama e o peguei. Desbloqueei a proteção de tela e foi pedida uma senha.
Gabi: Qual a sua senha? –perguntei assim que o vi sair do banheiro. Ele veio até mim, pegou o celular e desbloqueou- Eu pedi a senha, não mandei você desbloquear. –ele não respondeu, abri o aplicativo do Whatsapp e tinha mensagens de um grupo com o nome “Gigantes da Resenha”, outro grupo com os amigos mais próximos e um com a família, além de outras conversas. Tentei ignorar alguns contatos de mulheres que tinham ali e justamente quando fechei o aplicativo, chegou uma mensagem de uma tal de Martina.
Saudades, Ju!!!
Vamos marcar de sair 
Ju? Que intimidade, não? Olhei pra ele e ele estava dentro do closet procurando o que vestir enquanto cantarolava alguma coisa, quando menos percebi estava a respondendo. Ops.
Oi querida, aqui é a NOIVA dele. Que bom saber que ele é inesquecível, mas ele não vai mais sair com você! Favor não mandar mais mensagens, beijos
Ela logo visualizou, bloqueei o contato, saí do aplicativo e bloqueei a tela do celular.
Gabi: Ju, a Martina mandou uma mensagem dizendo que está com saudades e pediu pra marcar de vocês saírem de novo, não esquece de responder, tá bom? Fofo. –ele havia virado pra mim enquanto eu falava, larguei o celular na cama e saí. Idiota.

Neymar narrando.
Gabi: Ju, a Martina mandou uma mensagem dizendo que está com saudades e pediu pra marcar de vocês saírem de novo, não esquece de responder, tá bom? Fofo.
Ela saiu e fiquei ali parado, tentando entender. Que legal hein, Nj? Terminei de me vestir mesmo sem saber se ainda iríamos sair, coloquei o relógio e boné e espirrei perfume. Peguei o celular na cama, desbloqueei e abri o Whatsapp. Olhei o que tava escrito e não acreditei. Dei risada. Desbloqueei o contato e ela realmente não tinha respondido. Bloqueei de novo e a excluí, ela é gata mas tô em outra... Inclusive resolvi descer logo e ela estava falando com alguém no celular.
Gabi: Se vier mesmo me avisa, quero muito ver você de novo, as portas estarão abertas. –hum, legal. Ela riu e logo se despediu- Pronto, meu amor? –fiquei a olhando e estranhando suas reações- Não precisa ficar me olhando com essa cara, tava falando com a minha prima.
Neymar: Ah, da sua nova família.
Gabi: Sempre foi minha família. Eu só não sabia... Ela está vindo pra cá e a convidei pra ficar aqui, espero que você não se importe.
Neymar: De jeito nenhum. Vamos?
Gabi: E aí, o que a Martina disse? –cruzou os braços e balancei a cabeça rindo.
Neymar: Você não tava com fome?
Gabi: Espero que ela não tenha mandado mais alguma coisa e você tenha respondido. –descruzou os braços e saiu andando.
Neymar: Claro que não, você acabou com ela, ela nem soube o que responder. –a segui e sabia que ela estava sorrindo. Peguei a chave do carro e fomos pra garagem. Chegamos no restaurante, estacionei o carro e entramos. Logo vi alguns olhares na nossa direção e na maioria das vezes nem era só pra mim, como já tava acostumado, mas pra ela também. O recepcionista nos levou até uma mesa mais reservada, o garçom veio até nós e fizemos os pedidos.
Garçom: Acepte una botella de vino como una bienvenida a casa...
Neymar: No, gracias...
Gabi: Puede traer sí –sorriu, ele me olhou e olhei pra ela. O garçom saiu e ela olhou pra mim- Adoro vinho. –deu de ombros sorrindo e a vontade que eu tinha de sacudir ela com a ironia que estava se dirigindo à mim, tinha também vontade de agarrá-la e não soltar mais.
Xxx: Hola, Neymar –olhei e era um garoto de aparentemente 6 anos.
Neymar: Hola amigo. –sorri.
Xxx: Usted puede tomar una foto conmigo?
Neymar: Claro. –levantei.
Gabi: Da-me, yo tiro para usted. –sorriu pra ele e ele a entregou o celular. O abracei pelo ombro e sorrimos pra foto- Listo.
Xxx: Gracias.
Xxxx: Hola, lo siento. –uma mulher se aproximou- Enrique, te dije que no viniera.
Neymar: No hay problema.
Xxxx: Gracias por la foto, lo que realmente es su admirador. No vamos a detenerlos. –nos olhou.
Neymar: Gracias, chico. –ele tocou na minha mão, passei a mão em seu cabelo, saíram e sentei de novo. O garçom trouxe a garrafa de vinho, despejou na taça dela, pedi uma dose também e ela ficou me olhando.
Gabi: Você não gosta de beber.
Neymar: Senti vontade agora. –dei de ombros.
Gabi: Falando nisso, como ficou aquele caso daquela garota que gravou seu vídeo? –perguntou depois de beber um gole do vinho e bebi também.
Neymar: Não sei, quem resolve essas coisas é o meu pai.
Gabi: Hum, você faz a cagada e ele resolve...
Neymar: Pois é, a vida tem dessas coisas. –respondi a olhando e depois disso ela se calou. Nossos pedidos não demoraram muito e logo chegaram. Durante o jantar, mais algumas pessoas vieram tirar foto e por mais que aquilo me incomodava um pouco por ser um momento em que eu estava ali tentando ser uma pessoa normal, sabia que fazia parte por estar em um local público e que elas poderiam não ter outra oportunidade. No lugar delas eu faria o mesmo, só esperaria meu ídolo terminar de comer .
Neymar: Chato esse negócio de a gente sempre tá bem e arrumar alguma briguinha, né? –ela não respondeu e continuou olhando para outra direção que não fosse a minha. Peguei um guardanapo e uma caneta emprestada com um garçom que passava e desenhei um coração.

Desfaz esse bico e olha pra mim.

Coloquei o papel na frente dela, ela pegou depois de se fazer de difícil, leu e pegou a caneta. Escreveu e me devolveu o papel. Abri e ri.

Quero fazer xixi, onde fica o banheiro?
No corredor do outro lado do restaurante onde acabou de sair uma gata vestida de vermelho...

Entreguei o papel, ela olhou a senhora de uns 70 anos, riu e respondeu.

Obrigada

Ela levantou e caminhou lentamente até o outro lado do restaurante, entrando no corredor.

Gabriela narrando.
Terminamos de beber o vinho e ele quis ir embora. Na saída do restaurante algumas pessoas ainda o pararam pra tirar fotos e, na maioria delas, dei uma de fotógrafa. É muito lindo ver o carinho que as pessoas têm por ele... Assim que chegamos em casa, ele estacionou o carro na garagem e desci primeiro, antes que pudesse chegar na metade do caminho ele me agarrou por trás e em seguida virou-me para ele. Nossos olhares se encontraram e seu tom esverdeado brilhava mais do que nunca.
Neymar: Te amo.
***

Acordei horas depois com o meu celular despertando, estava tão difícil levantar que fiquei minutos ainda de olhos fechados tentando retornar à minha consciência. Quando fui pensar em sair da cama, o senti colocando o braço em volta da minha cintura.
Neymar: Levanta não.
Gabi: Tenho que ir. –fui levantar e ele me puxou- Neymar Junior.
Neymar: Chamou de Neymar Junior não vai levantar mesmo. Só se me chamar de amor.
Gabi: Deixa eu levantar, amor. –ele sorriu e continuou me segurando.
Neymar: E falar que me ama muito...
Gabi: Te amo muito. –o dei um selinho e ele sorriu- Agora deixa.
Neymar: Não mandei você me beijar, vai ficar aqui. –me prendeu ainda mais ao seu corpo.
Gabi: Ah, chato! –riu. Ele me fez enrolar e enrolar ali até eu perder a hora. Pra falar a verdade eu nem estava com vontade de levantar. A noite foi tão boa e ficar ali nos braços dele depois de tudo, era o que eu mais queria.
Neymar: Bom dia, bom dia. –me beijou.
Gabi: Bom dia. –sorri.
Marcela: Muito bom dia. –a olhamos e ela estava nos olhando, rimos e ele sentou.
Gabi: Daqui a pouco tô indo na agência ver as coisas da festa do Davi, anotei pelo menos metade de tudo o que ele gosta. Pirulito e brigadeiro. -rimos.
Marcela: Nunca vi uma pessoa gostar tanto de pirulito. Do jeito que você fala, vai ficar tudo lindo.
Neymar: Como? –perguntou me olhando.
Gabi: Surpresa. –dei de ombros sorrindo e eles riram.
Neymar: Na hora do almoço tô de volta. –falou levantando depois de tomar um copo de suco e comer um biscoito.
Marcela: Menino, come direito.
Neymar: Já comi. Beijo, tô indo. –me deu um selinho demorado seguido de vários outros- Te amo.
Gabi: Também. –murmurei, ele sorriu e saiu.
Marcela: Como o amor é lindo! –ri- Vocês estão mais radiantes, não sei o que mudou mas agora tá tão diferente. Dá pra ver no olhar de vocês...
Gabi: É complicado, Marcelinha... Quem sabe um dia você entenda. –ela sorriu, mesmo sem entender. Terminei de tomar o café, subi pra escovar os dentes e pegar minhas coisas e saí de casa depois de me despedir dela. Fui de carro até o prédio onde fica a agência de eventos e consegui falar com a Debora. Ela que organiza sempre todos os eventos que o Neymar realiza. Desde um jantar até uma festa envolvendo buffet e decoração. Conversei com ela sobre tudo do jeitinho que queria, ela fez algumas anotações e começou a fazer o planejamento.
Debora: Se ficar do jeito que você está imaginando, vai ficar lindo. Esse garotão tem uma sorte com essa madrasta, hein? –sorri.
Gabi: A gente se dá muito bem.
Debora: Que legal... Bom, acho que o que a gente tinha pra resolver e acertar os detalhes, já foi conversado. Agora eu vou rascunhar tudo aqui, vou te enviar e aí você me diz o que achou, ok?
Gabi: Ok, tenho certeza que vai ficar incrível, vocês mandam muito bem. –ela sorriu, nos despedimos e saí de lá.

28 de agosto, 2015. 19h30.
Todos já tinham chegado e o Davi estava radiante com tudo. A decoração ficou linda e pra completar, ainda tinha brinquedos lá fora que fez a farra das crianças. Eram apenas uma parte da família do Neymar e também da Carolina que vieram, além do Gil, Jota e João Celso, Ju Valente, Raissa, Camila, Valentina e alguns jogadores do Barcelona, como o Daniel Alves, Suárez, Rafinha, Messi com o Thiago e a Antonella. Tentei ficar por perto de todo mundo e, no final, o Davi caiu na cama cansado de tanto brincar. Foi tudo muito bom e divertido pra ele, dava pra ver isso no olhar.

gabrielass: O resultado ficou lindo e o loirinho ficou encantado por tudo! Obrigada sempre, o trabalho de vocês é maravilhoso  @decoreventsbcn
decoreventsbcn: Nós que agradecemos e ficamos ainda mais felizes quando o resultado fica do jeitinho que vocês nos pedem! E não teria ficado tão perfeito se não fosse da maneira como você pensava e me falou. Sempre que precisar estaremos aqui!!!
candantas: Meu loirinho amou !! Muito obrigada por tudo 
davidbrasil24: Que linda ficou a decoração e os dois gatões atrás da mesa tbm rsrs fiquei muito triste por não ter ido... Saudades, quando vem pro BR me visitar??? Beijossss
gabrielass: @davidbrasil24 sentimos falta de você, em breve estaremos aí, beijos!!!
jotace520: Senti mais falta do que todos eles... @davidbrazil24
davidbrazil24: @jotace520 aiiiiii que lindo, pena que vc é um cachorro e não vem me visitar!!!  e vcs tbm @gilcebola @guustavo92 @neymarjr @danid2 @rafinhaaa93
jotace520: Kkkkk @davidbrazil24 

Ri com esses dois e o Neymar saiu do banheiro.
Neymar: Que foi?
Gabi: David e o Jota no instagram. –ele foi até o closet e voltou.
Neymar: Tô cansadão. Uma massagem cairia bem agora...
Gabi: Vem aqui. –ri e ele adorou. Sentou na cama, na minha frente, e fiquei de joelhos atrás dele massageando seus ombros e nuca.
Neymar: Que delícia. –continuei e deixei ele bem relaxado. Tentei, porque ele nunca se satisfaz. O pedi pra apagar a luz e deitamos, ainda fiquei fazendo cafuné nele, ele reclamou da luz do celular e bloqueei a tela colocando-o no criado mudo. Chato.

Sei que vocês devem estar querendo me matar, mil desculpas por ter ficado tanto tempo longe, o motivo é que: estou sem internet. Espero que gostem desse cap, adorei escrever esse clima amorzinho Gabiju ou Gabimar. Um beijo e comentem pra mim saber se vocês me desculparam!
E FELIZ ANO NOVO ATRASADÍSSIMO!!! Que esse ano traga muitas realizações pra cada uma de vocês, que seus sonhos e desejos se realizem e que a gente fique muito tempo juntinhas ainda em 2016!